• Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon

Realização / Execution

fotografia, photography, brasil, brazil, eraldo peres, cultura popular, etnofotografia, diversidade

Apresentação / Presentation

fotografia, photography, brasil, brazil, eraldo peres, cultura popular, etnofotografia, diversidade
fotografia, photography, brasil, brazil, eraldo peres, cultura popular, etnofotografia, diversidade

Política de Privacidade

As informações de cadastro coletadas no site Filhos da Terra são utilizadas apenas para contatar o usuário sobre os serviços e/ou conteúdos no qual tenha manifestado interesse.

Fotografia brasileira, diversidade cultural, eraldo peres

Fale Conosco

Fone

55 61 3963-5119 / 9 9333-1691

Endereço

CLSW Quadra 103 - Bloco A - Loja 37 - Ed. Rhodes Center II - Sudoeste - Brasília/DF - CEP. 70.670-521

Direitos Autorais

Todo o conteúdo do site Filhos da Terra está licenciado sob a Licença Creative Commons - Não comercial e Sem derivações 4.0 Internacional.

  • Equipe

Projeto Filhos da Terra é selecionado na etapa estadual do Prêmio Rodrigo Melo Franco 2019

Prêmio Rodrigo 2019: Projetos selecionados na etapa estadual seguem para disputa nacional que vai premiar oito iniciativas culturais


O Projeto Filhos da Terra - Um olhar sobre a diversidade cultural brasileira foi um dos 99 projetos selecionados na etapa estadual do Prêmio Rodrigo Melo Franco 2019 realizado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O Projeto, que realiza a pesquisa e documentação fotográfica da cultura popular brasileira, concorre na Categoria 2 - Iniciativas de excelência no campo do Patrimônio Cultural Imaterial.

Personagem do Maracatu Rural. Nazaré da Mata, Pernambuco. (Foto: Eraldo Peres/Projeto Filhos da Terra)

Para Eraldo Peres, fotógrafo e idealizador do Filhos da Terra, "ter o projeto selecionado na etapa estadual já é um reconhecimento de que estamos no caminho certo. É uma vitória para todos os grupos e mestres e mestras da cultura popular que participaram do projeto, sem eles isso não seria possível".


Além de Eraldo, participam da equipe principal do Projeto Filhos da Terra a gestora cultural e fotógrafa Carol Peres, a professora e pesquisadora da UnB e do Instituto Rio Branco, Angélica Madeira, e o professor e pesquisador da UnB, UFS e UFBA, Clovis Carvalho Britto.


A Comissão Nacional de Avaliação se reunirá nos dias 26, 27 e 28 de agosto, na sede do Iphan em Brasília, para definir quais serão os oito vencedores da maior premiação do Patrimônio Cultural Brasileiro. O resultado final do concurso deverá ser divulgado até o dia 05 de setembro. Cada premiado receberá um valor de R$30 mil e cerimônia de premiação e celebração da 32ª edição do Prêmio Rodrigo acontecerá em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.


DF na rota do Patrimônio Cultural

Além do Projeto Filhos da Terra, outras três iniciativas culturais estão entre os selecionados para a etapa nacional do Prêmio Rodrigo 2019: os projetos Inventário de Cenas: mapeamento de fontes sobre o teatro e Arte por toda Casa - Este Patrimônio também é seu, selecionados na Categoria 1 - Iniciativas no campo do Patrimônio Cultural Material; e Ritual - Funeral Bororo - DF, também na Categoria 2.


Na fase estadual, 323 trabalhos de atuação no campo do Patrimônio Cultural foram inscritos em todo país. Os estados do Mato Grosso e Roraima não tiveram projetos escolhidos para a próxima fase. O Acre, Tocantins e Amazonas tiveram 01 projeto selecionado em cada estado; Amapá, Rondônia, Rio Grande do Norte e Sergipe tiveram 02 projetos; Alagoas, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Espírito Santo, Pará e Piauí tiveram 03 projetos selecionados em cada estado; Ceará e Distrito Federal tiveram 04 projetos cada; Bahia, Goiás, Pernambuco e Minas Gerais tiveram 06 projetos; Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, e Paraná tiveram 07 projetos selecionados em cada estado; e Rio de Janeiro teve 08 projetos selecionados para a etapa final.


Acesse aqui a lista completa dos projetos finalistas.


Conheça a Comissão Nacional de Avaliação A Comissão Nacional de Avaliação é presidida pela presidente do Iphan, Kátia Bogéa, e desempenha um papel de extrema relevância para a promoção dos bens culturais do Brasil. Responsável pela seleção dos trabalhos premiados, a comissão é formada por 20 profissionais do campo do patrimônio material, do patrimônio imaterial, por representantes de instituições públicas e da sociedade civil, experientes, qualificados e envolvidos em caráter permanente com a produção e proteção do Patrimônio Cultural Brasileiro.


Mais informações sobre o Prêmio Rodrigo 2019 Departamento de Cooperação e Fomento (Decof) (61) 2024 – 5454/5468 premio.prmfa@iphan.gov.br


38 visualizações
selo site.png

Projeto Finalista

PRÊMIO RODRIGO

MELO FRANCO

IPHAN - 2019